Menino que é pai do homem

Tem filmes que a gente vê e dá vontade de escrever um romance como O Silêncio de Melinda (Speak, 2004). Ou As Vantagens de Ser Invisível (The Perks of Being a Wallflower, 2012).  Séries também alimentam a minha alma de escritora.

Mudando de sabão para chocolate, Palmer (2021) é daquela safra de filmes em que o menino é pai do homem. Olha o trecho do diálogo entre Eddie Palmer, vivido por Justin Timberlake, e Sam (Ryder Allen):  

— Você gosta de tomar vaca preta?

— Nunca tomei.

— Nunca tomou? Venha comigo experimentar.

— Tá.

— E aí? O que achou da vaca preta?

— É o céu numa caneca!

Com essas palavras, vejo que começo a me despedir de 2021. Foi um ano em que não realizei muita coisa. Vou trabalhar e fazer a situação mudar em 2022. Um abraço para você. Obrigada mesmo por me ler. Se cuida. Abre aquele sorriso. Isso! Fé na vida!