Vera,

Foto por Andre Furtado em Pexels.com

… as histórias da sua infância – as que você me contou e as que você me conta novamente – porque eu sempre insisto que você as conte over and over again como uma viagem a um poço sem fim. Você me faz rir, me faz delirar de tanta alegria em te ouvir. Verdadeiras ou não, o que importa mesmo é que você sabe narrar. Que contadora de histórias você é. Além de inteligente, linda e elegante. E eu sou profundamente feliz e agradecida por ser sua irmã. Te amo, Vera!

Escrito para o aniversário de 02 de junho de 2015.

 recuperado em 02.02.2022

Foto por Bekka Mongeau em Pexels.com